A preocupação com as futuras mamães em período de gestação é comum, nesses tempos de pandemia do novo Coronavírus então, essa atenção aumenta.

Muitas dúvidas e medos geram angústia para elas e para os familiares que acompanham o dia a dia, por isso resolvemos trazer esse assunto como pauta.

De fato, ainda não podemos afirmar e não existe nenhum estudo que comprove sobre a transmissibilidade do vírus Covid-19 da mãe para o embrião. Tudo ainda é muito recente, mas também não foi detectado esse patógeno viral no líquido aminoácido, não impactando então na saúde do bebê.

Por conta da própria condição de gravidez, as mulheres possuem maior facilidade de contrair o vírus. Não existem evidências suficientes que concluam a maior gravidade do Covid-19 para esse grupo, mas as mulheres de forma geral apresentam alterações no sistema imunológico e no funcionamento de seus órgãos durante esse período, por isso outras doenças infecciosas como a influenza, são comuns.

O que se sabe é que o corpo da mulher grávida responde semelhante ao das outras mulheres, desde que não possuam outros fatores que gerem risco, ou seja, a probabilidade de atingir níveis graves da doença é baixa.


 

Então, o que fazer para se proteger da Covid-19?

 

As gestantes precisam tomar os mesmos cuidados estabelecidos para a população em geral, dentre eles: a lavagem frequente das mãos com água e sabão, a higienização regular das mesmas com álcool gel, evitar ir ao pronto atendimento e principalmente ficar o máximo de tempo possível em casa.

É imprescindível manter contato com o seu médico do pré-natal, pois, os exames e as consultas regulares devem ser mantidos, de acordo com as orientações dele.

Em caso de sentir algum sintoma correlacionado aos já conhecidos do Coronavírus, faça o autocuidado e monitoramento em casa! Só procure um hospital em caso de febre persistente por mais de 24 horas, ou falta de ar.